quinta-feira, novembro 11, 2010

É já este Sábado!

Data e hora: dia 13 de Novembro às 16h.

Ponto de Encontro: Praça do Martim Moniz, no meio da praça (Procura por um grande chapéu-de-chuva com o arco-íris!)

Material necessário: o guarda-chuva mais colorido e engraçado que tiveres, além de entusiasmo típico destas missões maradas.

Inscreve-te na missão através do email: chuva@marar.eu


Mais informações: http://www.marar.eu/?p=428

terça-feira, julho 06, 2010

Que dia é hoje?


Hoje é o dia em que Marty McFly chegou ao futuro depois de ter atingido 88mph em 1985...



(thanks Pandas pela lembrança :)

quinta-feira, junho 24, 2010

Update - Bisnagada@TodosAMarar

Aproxima-se a Bisnagada, esse evento que nos vai deixar todos molhados.

Seguem-se os últimos avisos. Pedimos que os divulguem por todos os que estão a pensar participar.

1. O local da bisnagada foi alterado para a parte inferior do relvado do jardim da Fonte Luminosa (anteriormente tínhamos anunciado que seria na parte superior). O local estará assinalado com um cartaz.

2. A Marar vai disponibilizar água, mas pouca. Cada um deverá trazer as suas bisnagas carregadas.

3. Para além da água, a Marar não disponibiliza mais nenhum tipo de material. Tudo o resto será da responsabilidade de cada um dos participantes.

4. Os participantes só deverão molhar pessoas com bisnagas. Perto do local da Bisnagada vai estar a decorrer um outro evento, respeitem-no.

5. Vamos ter várias crianças a participar. Cuidado ao dispararem as bisnagas com mais potência.

6. Não comecem a disparar antes da explicação do Xerife Bisgas. E não se esqueçam de levar uma t-shirt : branca, azul ou laranja.

Recordamos que a Bisnagada se trata de um evento informal dinamizado pela Marar, mas que será criado pelos participantes. Vamos transformar a tarde de Sábado numa tarde cheia de alegria e água. Uma tarde inesquecível.

sexta-feira, junho 04, 2010

Missão Bisnagada 26 de Junho 2010

Vem festejar a chegada do Verão com um evento nunca antes visto em Lisboa: A BISNAGADA.

Traz os teus amigos, a tua família, os teus filhos, os teus pais, os teus colegas de trabalho e tragam as vossas bisnagas de água.

INSTRUÇÕES

Data: 26 de Junho de 2010 (Sábado), às 16h00.

Local da Batalha: relvado superior do jardim da fonte luminosa na Alameda D. Afonso Henriques (lado contrário ao IST) em Lisboa.

Equipamento:

  • Pistola de água (de Carnaval), vulgo bisnaga de água
  • T-shirt vestida, de uma de três cores: branca, azul ou laranja

Nota importante sobre equipamento: Só valem bisnagas de água. Por exemplo, balões de água não são equipamento válido.

Início: Por volta das 16h00, o início da batalha será assinalado pelo Xerife Bisgas.

Tácticas de Combate: Apelamos ao ursinho fofinho e carinhoso que cada um traz dentro de si.

Fim: Imprevisível.

Após o Fim: Um abraço molhado ao inimigo.

REGRAS
- Só podem ser utilizadas pistolas de água.
- O início da Bisnagada é dado pelo Xerife Bisgas, devidamente identificado pelo seu distintivo.
- Este evento é gratuito e apropriado a todas as idades.

segunda-feira, abril 19, 2010

Prédios que Falam 2010


Prédios que Falam é um projecto comunitário e sem fins lucrativos criado pela Marar. Criámos este projecto pois temos saudades dos ambientes que se viviam nos prédios dos nossos pais e que deixámos de encontrar nos prédios para onde fomos viver.
Em cada prédio, o projecto é implementado através de uma actividade que é interna ao prédio e que dura os 7 dias anteriores ao Dia Europeu dos Vizinhos, 28 de Maio.
Na Marar acreditamos que não devemos ter medo de interferir na vida dos outros, desde que o façamos com respeito e sem sermos invasivos. A metodologia da actividade baseia-se nesse princípio.

Vai a http://prediosquefalam.marar.eu/ e sabe mais sobre o projecto.

sexta-feira, abril 09, 2010

Começámos a pedir desculpa - Daniel Oliveira @ Expresso

"Estes apelos inúteis são os últimos cartuchos de uma resistência à igualdade. Sempre assim foi quando ela foi conseguida. Também os houve quando as mulheres ganharam o direito ao voto ou os negros conquistaram, nos Estados Unidos, os direitos cívicos que lhes estavam negados. Também eles prometeram o fim do Mundo e a decadência da civilização. E cá estamos.

Um dia a homofobia será vista com o mesmo desprezo com que a maioria hoje olha para o racismo. E só nesse diapagaremos a dívida de séculos que temos para com os homossexuais. Nenhuma ditadura os poupou, quase nenhuma Igreja os tolerou, poucas democracias lhes fizeram justiça. Foram mortos, perseguidos, desprezados, apontados a dedo. O sofrimento que lhes causámos e que lhes continuamos a causar é de tal forma brutal, quotidiano e, por isso, banal, que demorará gerações a ser esquecido.

Hoje começámos, como sociedade, a pedir-lhes desculpa. Um dia isto será apenas história. E olharemos para estes grupos que se mobilizam para impedir a felicidade alheia como grotescas memórias de um passado indigno. Aí sim, teremos acabado o que só agora começámos."